Raducanu é a campeã do US Open 2021

A britânica nº 150 do mundo se tornou a 1ª qualifier a conquistar um título do Grand Slam na Era Aberta

A jovem Emma Raducanu, de apenas 18 anos, conquistou o maior título de sua breve carreira ao derrotar a canadense nº 73 do mundo, Leylah Fernandez, por 2 sets a 0 na final de simples feminino do torneio US Open 2021.

Raducanu registrou 22 winners e 25 erros não forçados, enquanto sua adversária atingiu 18 winners e cometeu 26 erros não forçados durante a partida. A britânica também salvou sete  dos nove break points que enfrentou e quebrou o serviço canadense quatro vezes para confirmar sua vitória com as parciais de 6/4 e 6/3 em 01h51min de jogo.

Emma Raducanu (reprodução Instagram)
Emma Raducanu (reprodução Instagram)

Raducanu abriu em vantagem ao quebrar o primeiro serviço de Fernandez, depois de cinco break points salvos pela canadense. Mas a liderança não durou muito já que Leylah reagiu devolvendo a quebra e empatando em 2/2. Mais à frente, no décimo game, Raducanu disputou quatro break points para quebrar o serviço de Fernandez e vencer o primeiro set.

Como na primeira parcial, a britânica iniciou o jogo confirmando seu serviço e pressionando o saque da adversária. Não obstante os três break points disputados naquele primeiro game, Fernandez manteve sua concentração para se livrar do perigo, confirmar seu serviço e quebrar o serviço de Raducanu na sequência. Mas assim como ocorreu com a britânica no set inaugural, Fernandez não conseguiu confirmar seu saque permitindo o empate em 2/2. No sexto game, Emma quebrou o serviço de Leylah novamente para abrir 4/2. Mais à frente, ao sacar em 5/2, Raducanu não conseguiu converter dois match points, cedendo seu serviço a Fernandez que marcou 3/5 para respirar um pouco mais aliviada. Na sequência, depois de perder mais dois match points, Raducanu precisou de atendimento médico para um ferimento na perna esquerda sofrido no ponto anterior. Na continuação do jogo, Fernandez confirmou seu saque para registrar 5/3, mas não conseguiu impedir de Emma Raducanu liquidasse o segundo set em seguida para vencer a partida.

Ao levantar o primeiro troféu de sua carreira no início da noite deste sábado, 11/09, Emma Raducanu entra para a história como a primeira atleta (feminino ou masculino) na Era Aberta a conquistar um título do Grand Slam iniciando a competição no torneio qualificatório. A jovem jogadora se tornou ainda a mais jovem campeã britânica do Grand Slam em 62 anos. Ela é, também, a primeira britânica a levantar o troféu de um Major em 44 anos e a primeira campeã britânica no US Open em 53 anos.

Leylah Fernandez (esq) e Emma Raducanu (divulgação US Open)
Leylah Fernandez (esq) e Emma Raducanu (divulgação US Open)

Estreando no US Open este ano, a britânica nascida em Toronto conquistou o título sem perder um único set nas dez partidas que disputou no torneio qualificatório e na chave principal.  A jogadora de apenas 18 anos conquistou vitórias importantes como, por exemplo, sobre a medalhista de ouro nas Olimpíadas de Tóquio, Belinda Bencic e sobre Maria Sakkari (11ª e 17ª cabeças de chave). Ela também superou as Top 50 Shuai Zhang, Sara Sorribes Tormo e Shelby Rogers.

Há apenas três meses, Emma Raducanu estreava na chave principal de um torneio do circuito profissional feminino. Hoje, ela é a campeã do US Open e recebe, além do troféu, cerca de 2,5 milhões de dólares em prêmios e 2.000 pontos, o que fará com que a britânica, atual nº 150 do mundo, salte para o Top 30 na próxima edição do Ranking WTA.